Arquivo do mês: outubro 2014

VCP550 – dicas para o novo teste de VCP 5.5

Realizei há alguns dias atrás a atualizacão do meu VCP 5, mais que nada para poder atualizar meus conhecimentos, mas também para compartilhar com a comunidade a experiência real do teste.

Para comecar: como estudar? Eu nãocheguei a estudar muito, mas estou sempre em contato como material do curso de vSphere: Install, Configure and Manage 5.5 e também do Optimize and Scale 5.5. Ambos são ótimos preparatórios, e no fim das contas é obrigatório ter pelo menos um deles. Não para recertificar: basta ter o VCP 5 e o curso na versão 5.1 mesmo. É importante também realizar labs, e uma dica muito boaé usar os próprios labs da VMware: http://www.projectnee.com/HOL, que são grátis mas pouca gente conhece. Dápra testar VSAN, NSX, dvSwitch e vCOps, além de outras coisas. Não esquecam de realizar os simulados no site da VMware (click aqui para acessar os simulados diretamente), que dão uma ótima dimensão do que pode cair no exame.

A prova tem 135 perguntas que devem ser respondidas em 120 minutos. Por não falar inglês nativamente, existe uma extensão de 30 minutos, ficando o total em 15 minutos (1,1 minuto por questão, na média). Terminei a prova em 90 minutos, sem contar a revisão. Não parem nas perguntas que não tem idéia da resposta, é possível marcar as mesmas para revisão posterior antes de apertar o fatídico “Finish”. A quantidade de perguntas pode assustar, mas aumentam as chances de acertar mais o que conhecemos. Gostei mais deste modo de teste.

Ponto por ponto, o que vale a pena estudar, baseado nas perguntas que tive no meu exame (isso pode mudar porque o universo de perguntas é muito grande):

  • Configuration maximuns: não existem perguntas específicas sobre isso, mas ébom saber o básico (tamanho de arquivos com VMFS 3 e 5, máximo de LUNs, portas de vSwitch, etc). Existemperguntas sobre operacões que podem falhar,e isso ocorre geralmente porque estouramos algum limite.
  • VSAN: existemperguntas de VSAN superficiais, e o que está no manual do curso vSphere ICM 5.5 parece ser suficiente. Uma boa opcão écompletar os labs do projectnee para ter uma boa idéia do produto.
  • vCOps: fiquei surpreso com a quantidade de perguntas sobre o vCOps, já que isso não está no curso de ICM nem no VSOS. Entendam que tipos de alertas existem (badges) e para que servem cada um. Também como o produto é vendido, kits, tipos de licenca, e com que licensas de vSphere vem já incluído (exemplo: VSOM).
  • NSX: nada, não foi mencionado em nenhuma parte do exame..
  • Distributed y Standard Switches: assunto quente. Existem muitas perguntas de rede, e é necessário estudar as principais funcionalidades dos dvSwitches: PVLAN, port mirror, port binding (elastic, static), etc. Também os métodos de uplinks múltiplos (IP hash, Port ID, load balancing) e entender bem a diferenca entre standar e distributed switch. Leiam bem as perguntas porque algumas se referem a distributed, outras a standard.
  • Storage: existem bastante perguntas sobre VMFS-5 e VMFS-3, e é necessário saberum pouco de história (block sizes, e existem perguntas sobre VMFS-2), como realizar upgrade de VMFS, políticas de multipathing (MRU, Fixed, Round Robin), zoning/masking (saber oque cada um faz), tamanhos máximos de LUNs, extents, RDMs (físicos e virtuais) e VMDKs.
  • VM Management: saber o que se pode fazer com as VMs, desligadas e ligadas, o que se pode fazer quando a VM tem snapshots, ou quando possui RDMs (vMotion, Storage vMotion, Clones, etc). O que cada operacão de snapshot realiza (delete, revert to).
  • Comandos de console: saber o que é possível fazer no DCUI (estudar todos os menus e possibilidades, não são muitos),e também como controlar os agentes de gerenciamento (como reiniciar os agentes – comando services.sh, como iniciar vpxa/hostd).
  • Licenciamento: saber o que cada nivel de licenca fornece. Muito útil saber os product offerings da VMware. O que a licenca free suporta, o que as pagas suportam, os kits essentials, etc.
  • Update Manager: fiquei surpreso também pela quantidade de perguntas sobre isso. Você temque entender o que ele faz, o que pode ou não atualizar e como é possível realizar o processo de remediate (quais opcões existem no processo).
  • Converter: entender o que ele faz e quando podemos utilizar ele para clonar VMs em V2V: clones, resizing de discos, etc.
  • VDP: entender as diferencas entre VDP e VDPA.

O material do curso de vSphere 5.5 – Install, Configure and Manage é bastante útil, mas o curso em si cobre de 60 a 70% do conteúdo da prova. O curso de  Troubleshooting Workshop é bem útil, e por último colocaria o curso de Optimize and Scale, já que o mesmo aborda temas muito avancados e que não aparecem tanto na prova (somende dvSwitch). É também um teste bem prático, não tentem sem antes mexer bastante com umambiente real ou lab, pelo menos, por um mês.

Sempre fazer o teste com calma, sem pressa, e bem descansado. Ir ao banheiro antes de iniciar, tomar uma água, levar um casaco caso o ar condicionado esteja muito frio, nunca se sabe. A concentracão é muito importante nesse momento.

Boa sorte aos meus leitores, e se alguém passar, me avisem 😉

Anúncios