Arquivo do mês: setembro 2012

Problemas para adicionar um device USB a uma VM

Se voce atualizou o seu ESX a 4.1 U1 ou 5.0, e desde este momento não conseguiu mais adicionar dispositivos USB a uma VM, a KB abaixo mostra a resolução deste problema:

http://kb.vmware.com/kb/2011947

É um Known Issue no 4.1, 4.1 U1 e 5.0 GA. Atualizar o ESX a 4.1 U2 ou 5.0 U1 resolve, mas existe um workaround interessante, removendo a VM do inventário e adicionando novamente.

Abraço!

Problemas al agregar devices USB a una VM

Si actualizaste tu ESX a 4.1 U1 o 5.0, y tuvuste problemas al agregar dispositivos USB a una VM despues de eso, aca hay una KB muy interesante acerca de eso:

http://kb.vmware.com/kb/2011947

De hecho, es un Known Issue en 4.1, 4.1 U1 y 5.0 GA. Actualizar el ESX a 4.1 U2 o 5.0 U1 resuelve, pero hay un workaround interesante de desregistrar la VM del inventario y volver a registrarla para que empieze a funcionar.

Abrazo!

ESXi 5.1 poster de referencia rápida – portugues

FAN-TÁS-TI-CO!

Leia e guarde com carinho. A “galera do suporte” vai realmente achar isso muito útil.
esxcli, como adicionar redes, comandos para troubleshooting de storage, rede, VMs, etc, etc, muit muito booooom.

PDF completo aqui: http://blogs.vmware.com/vsphere/files/2012/11/ESXi-5.1-Poster.pdf

Abraço!

ESXi 5.1 poster de referencia rápida – español

FAN-TAS-TI-CO!

Hay que leer, es muy bueno. A la “banda del soporte” les va interesar muchíssimo!
esxcli, como agregar red, comandos para troubleshooting de storage, red, VMs, etc, etc, muy muy bueno.

PDF completo aqui: http://blogs.vmware.com/vsphere/files/2012/11/ESXi-5.1-Poster.pdf

Abrazo!

Como verificar se o seu hardware suporta NUMA no ESX?

Se voce quer verificar se o hardware do seu ESX tem suporte a NUMA (ou se o mesmo está habilitado na BIOS), é possível verificar com o ESXTOP: execute o comando “esxtop”, pressione “m” para verificar as estatísticas de memória, “f” para alterar as colunas mostradas mostradas, e “f” novamente para habilitar as  estatísticas relacionadas com o NUMA. Se o seu hardware está com este feature habilitado, a coluna NHN (NUMA Hardware Node) vai aparecer para cada VM, com o número do nó onde a mesma está acessando sua memória, como na tela abaixo:

Neste caso, existem 4 VMs, 3 no nó 1 e uma em 2 nós simultaneos. Se o NUMA não estiver habilitado ou não houver suporte, o ESXTOP vai mostrar o seguinte:

Um hífen “-” mostrando que não existe separação em nós NUMA.

Esta informação é útil para troubleshooting de diferenças de performance em VMs – é possível que uma VM execute a uma velocidade diferente entre hardwares iguais, mas com configurações de NUMA diferentes.

Um abraço!

Como verificar si tu hardware soporta NUMA en ESX?

Si querés verificar si el hardware donde ejecuta tu ESX tiene soporte a NUMA (o si está habilitado o no en la BIOS), podés hacerlo con la ayuda del ESXTOP. Para eso, ejecutá el comando “esxtop”, presioná “m” para verificar las estatísticas de memória, “f” para cambiar las columnas mostradas, y “f” nuevamente para habilitar las estatísticas relacionadas con el NUMA. Si tu hardware lo tiene habilitado, vas a ver que en la columna NHN (NUMA Hardware Node) van aparecer cada VM y en que nodo estan ejecutandose, como la pantalla abajo:

En este caso, existen 4 VMs, 3 en el node 1, y una en 2 nodos simultaneos. Si no tenés NUMA,lo que ves el lo siguiente:

Un simple “-” mostrando que no hay separación en nodos NUMA. Podés consultar más detalles del funcionamiento del NUMA en mi post https://vmsoares.wordpress.com/2012/08/20/numa-que-es-y-para-que-sirve/

Esto es útil en caso de que tengas diferencias de performance entre ESX servers, y uno tiene NUMA y otro no – lo que puede justificar que uno funcione diferentemente del otro.

Un abrazo!

VMX swap file – 2 arquivos vswp?

O vSphere 5.x trouxe uma funcionalidade interessante: o swap do overhead gerado por uma VM em execução. Em resumo: toda VM que se executa em um ESX tem sua memória, mas o ESX precisa de uma pequena porcentagem de memória extra para poder administrar os dispositivos virtuais da VM, o mapeamento de memória, etc. É um pequeno “custo”, que anteriormente sempre ocupava exlusivamente a memória física, ocupando um espaço que poderia ser aproveitado pela memória da VM e que muitas vezes é pouco acessado ou alterado.

O swap de memória do VMX pode ajudar a liberar um pouco de memória para as VMs. O documento http://www.vmware.com/pdf/Perf_Best_Practices_vSphere5.0.pdf, página 25, explica esta funcionalidade. Basicamente, um arquivo de swap adicional é criado com o formato vmx<nombre_vm>.vswp, tem um tamanho de 50MB e é armazenado no WorkingDir da VM. É possível desabilitar este swap configurando o advanced setting sched.swap.vmxSwapEnabled para o valor FALSE no Advanced Settings da VM.

Abraço!